Foto: Michele Bravos

Foto: Michele Bravos

Está em CAIXA alta nas redes sociais e nos sites de notícia: GOVERNO DO PARANÁ ESVAZIA FUNDO PARA A INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA (FIA). Repugnante e triste, não é? Como manter a esperança viva e alimentar o sonho de milhares de crianças que precisam ACREDITAR que o mundo é sim um lugar legal para viver?

Paralelo a isso, a repercussão do comportamento das crianças participantes do The Voice Kids tem ganhado muitos créditos nas redes sociais: a maneira como sabem perder, como pensam no próximo, como se colocam no lugar do outro, mesmo sem nunca ter escutado a palavra EMPATIA. As crianças estão chamando a atenção de quem acompanha o programa ou até mesmo de quem só ouviu falar.

Assim como milhares de outras notícias que ouvimos e\ou lemos por aí sobre as crianças e suas peripécias que nos surpreendem, seja sobre a naturalidade com que enfrentam graves doenças, como se adaptam fácil a novas realidades, como soltam gargalhadas incríveis com qualquer bobeira feita pelo pai ou como os olhos brilham quando ganham o presente esperado. Quando se trata delas é surpresa atrás de surpresa.

Arrisco a dizer que ainda temos muito o que aprender com elas, é uma pena que nem todos os “grandes” reconheçam a grandeza desses “pequenos”. Pelas decisões dos grandes estamos cada vez mais distantes da imagem de heróis, afinal, herói é aquele que faz coisa boa, que dá exemplo.

O maior problema é o impacto disso tudo no futuro da nossa sociedade, pois são essas crianças e esses adolescentes que estarão à frente do nosso país e para que os erros atuais não se repitam eles precisam sim de investimento, eles precisam ser educados para um olhar atento, humano e sensível, muito diferente desse que estão recebendo com essas decisões do nosso governo.

As pessoas que de alguma forma lutam para manter os direitos dessas crianças preservados, junto com instituições, ONGs e demais órgãos engajados na causa têm consciência dos prejuízos decorrentes da falta de seriedade com o assunto e essa visão precisa ser infinitamente replicada por aí.

De maneira muito prática apresento aqui o que nós devemos ou deveríamos aprender com as crianças:

  • Manter a ENERGIA e a VITALIDADE frente aos desafios;
  • Ter AMBIÇÃO DE INDEPENDÊNCIA;
  • Sempre APRECIAR AS COISAS SIMPLES;
  • Valorizar a NATURALIDADE e VALENTIA;
  • Ser DEDO DURO do BEM: falar quando vê alguma coisa errada;
  • DEMONSTRAR SENTIMENTOS;
  • PEDIR AJUDA, mas manter o ESPÍRITO DE LUTA;
  • Ser: SINCERO, HONESTO e CURIOSO;
  • Procurar expandir a nossa CAPACIDADE DE APRENDER;
  • Manter vivo a nossa CRIATIVIDADE E IMAGINAÇÃO.

O título em caixa alta deveria dizer: GOVERNO DO PARANÁ ESVAZIA AS POSSIBILIDADES DE UM FUTURO MELHOR. E nós? Nós seguimos na luta para que os olhos das nossas crianças continuem brilhando, mesmo quando perdemos o brilho dos nossos olhos com essas notícias!

“O que se faz agora com as crianças é o que elas farão depois com a sociedade” (Karl Mannheim).