ressignificando-blog-da-sbcoachingSe você leu o texto anterior e acatou as três principais sugestões: sair da zona de conforto, manter a mente, o coração e a vontade aberta, se colocar nos dias mais como questionador do que dono de respostas (para você e para os outros), certamente o desassossego começou a fazer parte dos seus dias. Estou fazendo a coisa certa? Estou trabalhando com o que faz meu coração vibrar? Faço a diferença que sou capaz de fazer? Como ganhar dinheiro? Contribuo significativamente para o mundo com as minhas ações? Como aproximar discurso e prática? Como minimizar meus erros? Quero levar a sério o plano de estudar fora? Caminho A? Caminho B? Especialista? Generalista? Minha vida é equilibrada? Anseio em ser gestor? Dono do próprio negócio ou colaborador?

Quando nos sentimos incomodamos com alguma coisa ou com algum sentimento, temos sempre duas opções, transformar o “incômodo” em desenvolvimento ou frustração, é claro que a segunda opção não é boa, mas como não deixar ela prevalecer? Como não desanimar frente as inúmeras perguntas sem respostas que encontramos nesse movimento? Certamente não existe uma resposta pronta, mas uma tática preciosa para isso é: RESSIGNIFICAR, ou seja, atribuir um novo significado as coisas através da mudança da sua visão de mundo.

Ressignificar nos acalma e nos orienta. Reconhecemos que algumas mudanças independem da nossa vontade ou esforço para acontecer, mas a maneira como encaramos determinada situação pode fazer com que a gente desperte para novos horizontes. Ressignificar o seu papel como colaborador, como filho, como pai, como mãe, como tia, como prima, como avô, seja lá o papel que for nos ajuda a ter uma visão otimista das coisas. Ressignificar é encontrar um novo sentido para a posição que você ocupa. Ressignificar é encarar uma dificuldade que você enfrenta como um instrumento de aprendizado. Ressignificar é lapidar a nossa visão para compreender as circunstâncias da vida e agir de forma diferenciada!